Inspirados na idéia de obra como experiência e na longa tradição que une o caminhar à produção de pensamento e lucidez, os artistas Gustavo Ciríaco (Brasil) e Andrea Sonnberger (Áustria)  levam o público para uma jornada silenciosa através da cidade, investindo uma outra política de partilha e percepção do espaço urbano. Envoltos por um grande elástico branco, o grupo segue em seu passeio, como uma espécie de escultura viva, onde exterior e interior se misturam continuamente. Através de um roteiro de caminhos e ações previamente estabelecido, mas cujo desenrolar o público só descobre à medida que o percorre, Aqui enquanto caminhamos revela uma outra cidade vivida. O público refaz a figura do flâneur do século XIX, alguém que caminha a esmo pelas ruas da cidade moderna em incessante transformação, observando cada detalhe, sem ser notado, sem imprimir sua presença na paisagem ao redor, testemunha de um incrível e sutil espetáculo bem à frente de seus olhos. Uma espécie de experimentação contínua onde o lugar é sempre movente e movido.

Para artigos de imprensa e livros, click aqui:

Danseurs hors cadre, Le Monde, Setembro 2015, Paris.

Crossing the line announces its lineup, New York Times, Agosto 2015, Nova Iorque.

Walking and Mapping – Artists as Cartographers, de Karen O’Rourke, The MIT Press, Londres (2013).

The Mobile Reality Theatre “Here Whilst We Walk”, de Hung-Hung (Hung-ya Yen), Taipei (2012).

Walking through invisible architectures, de Victoria Pérez Royo,  Revista Cairón, Madri (2010).

La danse du spectateur,  de Katja Montagnac, Montreal (2007).

Here whilst we walk, de Anne Fritsch, Süddeutsche Zeitung, Munique (2006).

Para vídeos, clique abaixo:

Taipei

Gotemburgo

 

 

Tags: , , , , , , ,

Première Alkantara Festival, Lisboa, junho 2006.
Residências Alkantara (Ago 2005 e Jun 2006), Panorama Festival (Out 2005) e Tanz Tendenz (Jan 2006)
Cidades

Modos de Existir/SESC Santo Amaro – São Paulo; Co-Habitar – Valparaíso; Crossing the line Festival – Nova Iorque; San Art Lab – Saigon; Walk & Talk, Festival de Arte Pública – Ponta Delgada; Theatre in Ordinary Life Spaces – discussions and demonstrations, Digital Art Center – Taipei; Festival du Tourisme Aléatoire, Ferme du Buisson – Paris; Göteborg Dans och Teater Festival – Gotemburgo; Chelsea Theatre  – Londres; Serralves em Festa, Museu Serralves – Porto; Intimate Strangers, Vooruit – Ghent; Festival Verão Azul – Lagos; Festival de Dança Contemporânea – São Paulo; Bienal de Dança de Fortaleza – Fortaleza; Movements in urban space – Leipzig; Prague International Theatre Festival – Praga; Centre Chorégraphique National de Tours / CCNT – Tours; Metropolis, KIT – Copenhague; Der   Flaneur, Schausspiel Frankfurt – Frankfurt; En marche, Galerie  Michel Journiac  –  Paris;  Tanz  im  August  –  Berlim;    Festival Ex-Centrique  – Chinon;  Contact    Theatre  –    Manchester; Sacred, Chelsea Theatre  –  Londres;   Paris  Quartier   d’Été   –   Paris;   Festival   7   Collines   –   St.   Étienne;   Théâtre   du   Merlan   –   Marselha;   Bienal de Liverpool / Liverpool   Live   06   –   Liverpool;   Here   whilst   we   walk & talk   –  Munich;   In-presentables – Madri; Fierce! Festival – Birmingham; Laban   Centre  – Londres;  Junction Theatre  – Cambridge; Arnolfini – Bristol; NottDance – Nottingham;  Panorama  –  Rio  de  Janeiro.

concepção, criação e performance

Gustavo Ciríaco e Andrea Sonnberger

apoio

Tanztendenz  München  e.V.  e Goethe  Institut  Rio  de  Janeiro

subvenção

European  Cultural  Foundation,  Kulturreferat  der  Landeshauptstadt   München,   Bayerischer   Landesverband   für   zeitgenössischen   Tanz   aus   Mitteln   des   Bayerischen  Staatsministeriums  für  Wissenschaft,  Forschung  und  Kunst

co-produção

Festivais Alkantara e Panorama

agradecimentos

Mark Deputter e Bojana Cveijic, Udo Quast, Isabel Ferreira, Nayse López e Eduardo Bonito.

 

Datas anteriores

Modos de Existir / Sesc Santo Amaro, junho 2016. São Paulo.

Co-Habitar, outubro 2015. Valparaíso.

Crossing the Line Festival, setembro 2015. Nova Iorque.

San Art Gallery, janeiro 2015. Saigon.

Fotos:

Andrea Sonnberger

Chris Van Der Burgh

BLUE

José Luís Neves

Torben Huss